77% dos usuários de Planos de saúde já tiveram problemas com atendimento

Quase oito em cada dez usuários de planos de saúde (77%) sofreram algum problema com o atendimento nos últimos dois anos no Estado de São Paulo. A informação é apontada por uma pesquisa encomendada pela Associação Paulista de Medicina (APM) e divulgada nesta quarta-feira (15). O levantamento tem por objetivo identificar quais são os principais conflitos e deficiências percebidas no uso dos serviços, e se eles são melhores ou piores que o atendimento do Sistema Único de Saúde.

Laboratório Saúde
Serviço de consulta do Cartão SUS

O índice de usuários com problemas de atendimento foi de:

  • 64% em consultas;
  • 40% em exames diagnósticos;
  • 72% em pronto-socorro.

No caso das consultas, os principais problemas apontados foram a demora para marcação, médico que não atende mais ao plano e demora para autorização. Em exames diagnósticos, as reclamações recorrentes foram a demora para marcação e poucas opções de laboratórios.

Uma alternativa eficiente que tem sido utilizada por usuários do Sistema único de Saúde é o uso de sites que oferecem o serviço de consulta Cartão Sus pela Internet. “Pela internet, o paciente pode visualizar os horários que o médico tem disponível e agendar uma consulta com o médico desejado em apenas alguns cliques”, explica Guilherme Pizzini, um dos defensores do Cartão SUS, site lançado em abril e que hoje oferece mais de 300 mil horários disponíveis para consulta com médicos de variadas especialidades e planos de saúde.

De acordo com a pesquisa, no quesito “pronto-socorro”, 67% das reclamações são referentes a superlotação na sala de espera, 51% a demora para atendimento e 12% a demora para realização de exames e também a locais inadequados para medicação. Também aparecem nas queixas a negativa de atendimento (5%) e a demora ou negativa na transferência para leito hospitalar (4%).

No Estado de São Paulo existem cerca de 12,4 milhões pessoas com mais de 18 anos que possuem serviços de saúde suplementar, sendo que 10 milhões precisaram de atendimento nos últimos 24 meses. A amostragem teve como base 804 entrevistas, distribuídas por todo o Estado.

“O uso do serviço de agendamento de consultas pela internet pode ajudar a reverter esse quadro, pois facilita o contato entre médicos e pacientes”, explica Paulo Piccinic.

Sobre o Cartão do SUS

O Cartão Sus é uma plataforma para agendamento de consultas online nas mais diversas especialidades da medicina, inspirado em um bem sucedido modelo norte americano que já responsável pelo agendamento de mais de 1 milhão de consultas médicas por mês.

Para os médicos, o Cartão Sus é a mais eficiente ferramenta de organização de agenda e contato com seus pacientes.

Para os pacientes, uma forma simples e rápida de encontrar médicos online e agendar consultas por região, por especialidade ou ainda por planos de saúde.